terça-feira, 6 de julho de 2010

Post Nº 50

Eu lá sei o que está acontecendo comigo. Faz alguns dias que só escuto músicas que dizem ser de “roedeira¹”, e eu não tenho a mínima idéia do que seja.
Eu juro, estou feliz e também nem poderia estar triste. Muitos vão dizer que estou sendo chato, mas também nem estou triste porque o Brasil perdeu a Copa ou pelo menos não chegou à final. Concordo que a única coisa de bmo que aconteceu pro Brasil foram as bandeiras que apareceram no estádio no dia doa abertura e Shakira arrasou nas danças/apresentação.
A música mais tocada hoje, que pensei mais, foi “Sale El Sol” de Shakira, uma das músicas novas do cd que sairá em breve e também o possível nome do cd.
Brinquei com alguns amigos que poderia ser o início do ciclo de TPM – risos –, mas claro que é apenas brincadeira. É bom ouvir essas músicas e refletir, agora não me pergunte sobre o que.
Ah! E acabei de lembrar mais uma coisa...
Eu fui para a boate sábado passado, portanto era pra eu estar ouvindo coisas relacionadas à boate e a alegria, mas enfim, chego à conclusão de que se eu não estou chorando após e durante essas “roedeiras”, é porque está tudo bem, está tudo em ordem com meu coração, fiz a coisa certa e agora posso aproveitar mais do meu tempo, dos meus sentimentos e correr atrás do que quero.
A última coisa: comemoro hoje o post de número 50. Para mim, PARABÉNS e para todos que olham, observam e comentam. Valew galera... Beijos a todos.

Trecho da música que não sai da minha cabeça:

“(…) Y un día después de la tormenta
Cuando menos piensas sale el sol
De tanto sumar pierdes la cuenta
Porque uno y uno no siempre son dos
Cuando menos piensas sale el sol (…)”


¹músicas depressivas, não só músicas, mas qualquer coisa que lhe deixe cabisbaixo.

8 comentários:

Camila Lima disse...

Ah.. uma coisa eu digo: Roer é muito bom. ;) Sei que vc não está triste nem nada, mas é muito bom pensar na nossa vida, o que fizemos de errado e de correto durante nosso caminho até hoje. E como vocÊ escreveu: "hego à conclusão de que se eu não estou chorando após e durante essas “roedeiras”, é porque está tudo bem, está tudo em ordem com meu coração". Fico feliz por vc. TE AMOOO

FRan disse...

Falar desse menino é impossivel, ele é MUITO espcial, falar de musicas de roedeira é bom d+ aaaaaaaaaaamo, mas sinceramente do texto, somos gemeos querido...
então o que dizer de Lu, do texto, da musicas ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORO!!!

Fran disse...

Falar desse menino é impossivel, ele é MUITO espcial, falar de musicas de roedeira é bom d+ aaaaaaaaaaamo, mas sinceramente do texto, somos gemeos querido...
então o que dizer de Lu, do texto, da musicas ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORO!!!

Mariela Faria disse...

Icke amor! Ah, eu te entendo perfeitamente! Minha música pra esses momentos é 'Bad day' do Daniel Powter. São aqueles dias que tudo o que a gente quer fazer é ficar sentado em casa pensando na vida, ouvindo musica triste e chorando um pouco, pra limpar a alma e amanhecer bem no dia seguinte! E eu espero do fundo do meu coraçãozinho que você amanheça sempre melhor, porque depois da tempestade, vem a calmaria. Por mais que seja clichê, funciona! Se os dias felizes vão embora, os dias tristes também irão. Não se esqueça! Um beijo enorme, cheio de saudades de você, meu melhor vizinho, amigo-irmão, companheiro desde criancinha, e PARABÉNS pelo blog, parabéns por TUDO! admiro você!
Marie

Jéh disse...

Anjinho...
Parabéns mesmos..
são 50 posts maravilhosos...cada letra..cada palavra expressa um sentimento..uma emoção...uma tristeza..
e é com isso que me sinto um pouco mais perto de vc..
pq a saudade é grande...muito grande..
espero logo vê-lo...abraçá-lo...
passar aquelas tardes comendo pipoca..escutando música...vendo filme...
noss..
quanta coisa boa....
é isso...
cometário simples...mas sincero...e cheio de saudade..

Grande Beijo..

AMO-TE...SEMPRE..

:***

Débora Regina disse...

Engraçado observar como as pessoas, apesar de terem obrigatoriamente as diferenças necessárias à sua individualidade, são tão iguais. Iguais nas suas emoções, dúvidas e incertezas. Nos seus "repentes" de paixão, alegria e felicidade. Nos seus momentos de introspecção, avaliação ou reavaliação de si mesmo.E a música, as letras das canções,tem papel fundamental nesses MOMENTUNS. Pois sempre tem algo a dizer de nós. Do que somos, do que sonhamos, do que queremos, do íntimo do nosso ser. Independente do ritmo. É isso aí meu sobrinho... faz parte, normal.

Luís Freire disse...

Eu não sou acostumado a comentar nos meus próprios textos, mas gostaria de agradecer todas as pessoas que comentam, olham, observam, gostam do blog em questão.
Para uma pessoa que quer se tornar um escritor, isso é extremamente importante. Estou trilhando meu caminho aos poucos, principalmente visualizando o que as pessoas gostam de saber e ler e também do que eu gosto de falar/escrever.
Mais uma vez, OBRIGADO! E espero continuar tendo o retorno de vocês, como amigos, leitores e principalmente, críticos.
Beijos a todos.
"Cuando menos piensas, sale el sol".

Vinny disse...

Um texto misterioso, que nos leva à pensamentos reflexivos... Mas ao mesmo tempo tão simples e objetivo! Adoro essa sua facilidade de "brincar" com os pensamentos alheios, e porque não, com os sentimentos tb!
Te amo! =)