quinta-feira, 23 de outubro de 2008

História de outra história - ("As várias faces" - Texto 6)


É simples: acordei e senti uma vontade incrível de escrever alguma coisa. Não algo simples (não profundo), mas sim algo da vida, da minha vida.
Escrever para uma pessoa que me fez feliz e mostrou-me que o amor é eterno, mesmo que não ao lado da pessoa que se ama.
Que amor pode ser vivido intensamente sem preconceito e sem antecedentes, porém (pode vir) com sucessões. Amor pode ser ensinado, aprendido, aconselhado, não tem contra indicação...
Amar é simples e não paga. É algo divino que engrandece a alma e enche a vida de alegria e satisfação. Amar é dar a alma ao próximo e sim, esperar que ele dê a sua a você. Mas sem muita cobrança, se não pode apodrecer.
Senti vontade de escrever o que sinto quando penso em quem ainda amo. Vontade de expressar quem tanto amei e tentar colocar em poucas linhas o que aconteceu em uma época boa da vida. Não durou o que se esperava, porém, foi o necessário para saber que a vida em comunhão existe e acontece na dosagem certa.
Por isso, viva segundo por segundo intensamente de seu amor por alguém. Caso ainda não tenha amado, encontrará um que te entenda, que viva por você, igual a mim que já vive por alguém.
E creia, não é bicho de sete cabeças. Pelo contrário, coloca-te do avesso, livra-te do peso da solidão.
É um bem da vida. É um bem da alma.
Lembrar faz a vida ficar mais vibrante e torna tudo mais feliz.
É simples, acordei tentando colocar para fora um amor que me fazia bem. Que se acabou ao público, mas que vive em mim.
Aquele que nunca “viu” o amor, não sabe o que é viver, não sabe o que é estar em estado de ternura e grande admiração (pelo menos ainda). Quem sabe, viverá isso um dia.
Acordei tentando encontrar respostas e as encontrei.
Hoje - talvez - eu não chore mais por você, só sinta uma grande alegria em ter te dado meu coração. Hoje, tudo aconteceu. Hoje, casei e descasei. Hoje encontrei um novo rumo para minha vida ao escrever linhas e mais linhas do grande amor que vive. Sinto-me satisfeito, apenas isso.
"A companhia dos livros supre com grande vantagem a companhia dos homens." (André Maurois)

13 comentários:

andré disse...

Lu...hj e ate o dia que eu encontrarei com a minha amada, com certeza eu nao ficarei bem ate escutar que tudo vai voltar a ser como era, um poko diferente, mas vou querer ela do meu lado seja como for...as suas escrituras vao servir pra mim como um caminho, como uma luz em cada caminho que eu tyiver que seguir...
obrigado por mais umas de suas indas historias...
abraçossss!!!

Anônimo disse...

"É simples, acordei tentando colocar para fora um amor que me fazia bem. Que se acabou ao público, mas que vive em mim."


icke :)
acabei de ter uma ideia:
voce puxou 1 coisa pra sua mae:
o dom de costurar!!
ela costura com as linhas, vc com as letras!
ambos costuram muito bem, por sinal!


parabéns!
te adoro :)

mariela

Mai disse...

Bom, vou comentar novamente porque o site não quis o meu outro comentario.

Maninho, lindo seu texto, cada dia melhor,é sempre um aprendizado com vc.

Te adoro...
beijos

Anônimo disse...

Lu, você tem o dom! Consegue brincar com as palavras, consegue nos emocionar, fazer-nos rir...

Por isso que te amo!
=D

Vinny!

Lucas Bueno disse...

é luh ,depois de ler seu texto novo tbm me deu vontade de escrever rsrsrs

Jéh disse...

Anjinhooooooooooooooooooooooooooooo

teus textos sao divinos mesmu..

sei q vc tah aki do lado e viu a minha reação ao ler..

lágrimas..

de quem jah viveu e vive...td isso..
vc sab...

nossaa..
poucas palavras para o grande amor mas suficientes para compreender qndo se ama..

XDDD


amoo vcccccccccccccccccccccccccccc

mas o nossoo [amor] vai durar pra sempreee...

que venha DUDU..

E Sophie..


XDD


:*****

Anônimo disse...

comentei. SaraH

Anônimo disse...

Luhhhhhh...
PUTAAA MERDA EIMM..
PERFEITOO..como semprevc escreve mto bemm..olha essealguemq vc inspirouuviu..
AKI..QRO SER INSPIRAÇÃO DE UM TESTO SEUU EIM..
beijaoooo
te amoo viu!!
beijaoo
Leticia lello

Anônimo disse...

ESCREVINTEXTO COM SSSSSS;;..
perdoe-me

Anônimo disse...

Comentei[2]
brincadeira...texto fofis...
b-jinhu
pri

Anônimo disse...

Lu... pude perceber que vc é uma pessoa muito sentimental.Com certeza vc ainda ama e muito. Lembre-se que o importante na vida foi o que vc fez, não esconder seus sentimentos. Vc foi verdadeiro em abrir-se e expressar-se por inteiro. Mesmo que às vezes nos decepcionamos, vale a pena entregar-se no ápice do amor.É melhor arrependermos do que fizemos do que nos arrependermos de algo que não fizemos por medo.´
Abraços!

Anônimo disse...

luis eu te amo











marieta

supernova.high disse...

olá!
esses bons momentos são realmente necessários, porque nos motivam a viver em função de poder vivê-los novamente.

abs.

V.